Blockchain Terra é interrompida para proteção contra possível ataque

Após a criptomoeda LUNA do ecossistema Terra praticamente ir a zero nesta quinta-feira (12) e a stablecoin UST colapsar, a equipe Terraforms Labs anunciou que desenvolvedores interromperam a blockchain Terra na altura de bloco de 7603700.

De acordo com um anúncio no Twitter, a medida foi tomada para evitar ataques de governança. A parada interrompe todas as transações na rede.

The Terra blockchain was officially halted at a block height of 7603700.https://t.co/squ5MZ5VDK
Terra validators have decided to halt the Terra chain to prevent governance attacks following severe $LUNA inflation and a significantly reduced cost of attack.

— Terra (UST) Powered by LUNA (@terra_money) May 12, 2022

“A blockchain Terra foi oficialmente interrompida na altura do bloco 7603700. https://lcd.terra.dev/blocks/latest. Os validadores do Terra decidiram interromper a cadeia Terra para evitar ataques de governança após uma inflação severa de LUNA e um custo de ataque significativamente reduzido.”
Colapso da stablecoin UST e da criptomoeda LUNA
A oferta circulante do token LUNA ultrapassou 25 bilhões nesta quinta-feira, com o token sendo cunhado em um nível exponencial.

Isso se deve ao colapso da moeda digital estável TerraUSD (UST) que perdeu sua paridade de 1:1 com o dólar e consequentemente aniquilou LUNA. No momento da escrita, cada UST está custando US$ 0,38, preço muito abaixo do pretendido US$ 1.

Nas últimas semanas, o fornecimento de Luna ficou em torno da marca de 325 milhões. Na quarta-feira (11), o suply subiu para 1,5 bilhão, e nesta quinta, aumentou substancialmente para 25,3 bilhões.

Esse cenário crítico acontece em meio a uma enorme pressão de venda. Afinal, muitos traders estão trocando UST por LUNA, uma estratégia para tentar manter a paridade da stablecoin com o dólar.

LUNA vai a zero e impacta o mercado
O preço de LUNA recuou mais de 99% só nas últimas 24 horas. No momento da escrita desta matéria, a criptomoeda da rede Terra está custando US$ 0,013, preço 99,99% inferior à máxima histórica de US$ 119.18 alcançada em 5 de abril, há cerca de um mês.

No entanto, à medida que o preço da Luna diminui, isso resulta na cunhagem de muito mais tokens. Como a dinâmica se tornou incontrolável, a equipe resolveu literalmente parar tudo, temendo um ataque.

Na quarta-feira (11) o protocolo de staking Lido Finance foi ao Twitter alertar sobre um possível ataque à rede Terra. A equipe do protocolo observou que a segurança econômica de Terra havia caído. Ou seja, a rede estaria vulnerável.

UPDATE: bETH/Terra
Currently economic security of Terra had been briefly worth about $180m, with over $200m worth of bETH on Terra. It’s theoretically possible to halt the network and freeze these assets in an elaborate economic attack.

— Lido (@LidoFinance) May 11, 2022

“Atualmente, a segurança econômica da Terra valeu brevemente cerca de US$ 180 milhões, com mais de US$ 200 milhões em bETH na Terra. É teoricamente possível interromper a rede e congelar esses ativos em um elaborado ataque econômico.”
Também nesta quinta, conforme noticiado pelo CriptoFácil, a Terraform Labs anunciou uma série de medidas. Entre outras coisas, serão queimados o equivalente a US$ 1,4 bilhão em UST.

Além disso, a Terra se comprometeu a “travar” em staking 240 milhões de tokens LUNA para proteger a rede contra possíveis ataques.

Mas, ao que parece, a medida não foi suficiente para conter o risco de um ataque de decidiu-se pela paralisação da blockchain.

Leave a Reply

Your email address will not be published.